PUBLICIDADE

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Governo Flávio Dino é aprovado por 74,4% da população



O governo Flávio Dino chega ao final do quinto mês mantendo altos índices de aprovação. De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto DataM, a gestão é aprovada por 74,4% da população maranhense. Foram ouvidas 3.000 pessoas em 33 municípios de todas as regiões do Estado, entre os dias 8 e 15 de junho. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Esta é a primeira pesquisa realizada pelo Instituto DataM, que confirma a alta popularidade do governador Flávio Dino atestada em outras pesquisas já realizadas pelo Instituto Exata.
Em relação ao último levantamento feito pelo Instituto Exata, em abril deste ano, a aprovação do governo Flávio Dino variou positivamente de 72% para 74%. Os índices de não aprovação praticamente se mantiveram nos mesmos patamares de 23%. O saldo da diferença entre os que acham ótimo/bom e ruim/péssimo manteve-se praticamente inalterado, variando de 27 para 26 pontos.
A diferença entre aprovação-desaprovação permaneceu em 51 pontos percentuais. “Os dados mostram que há uma aprovação muito estável do governo Flávio Dino”, aponta o relatório analítico do Instituto. O relatório destaca que a aprovação se dá em todas as regiões pesquisadas, sendo mais elevada no sul do estado, em que chega a 82%.
O relatório da pesquisa destaca que os patamares de aprovação de Flávio Dino são em média 10% superiores aos votos obtidos em outubro do ano passado e os índices de reprovação bem inferiores ao somatório do que foi alcançado pelos demais candidatos. “Considerando que o governo ainda não realizou nenhuma campanha publicitária e sofre forte oposição de um aparato midiático poderoso, o índice de aprovação, passados cinco meses, mostra que a população tem muita confiança na figura do governador Flávio Dino”, salienta.

sábado, 27 de junho de 2015

MAIS UM SUSPEITO DO ASSALTO AO BANCO DE PARNARAMA PRESO


Foi preso no dia 24 de junho de 2015, Antonio Carlos Pereira Novais, vulgo " Serra Preta". O mesmo foi preso em sua fazenda " Parque de Vaquejada Dois Amores", localizada entre os  municípios de Colinas e Buriti Bravo. 

O motivo de sua prisão é o fato dele ter dado guarita várias vezes, inclusive recentemente, a assaltantes de bancos. os assaltantes Cheiro e  John Lenon que assaltaram o banco de Parnarama estavam escondidos em sua fazenda.

Em sua propriedade foram localizados um fuzil 556 e uma metralhadora 9 mm, que foram usadas no assalto do banco em Parnarama.

O suspeito está sendo conduzido agora à delegacia de Colinas.
A operação foi desenvolvida pela inteligência da PM ( DIAE) e pela SEIC.


ACUSADOS DE VÁRIOS ASSALTOS FORAM MORTOS EM AÇÃO DA PM

Ação de bandidos especializados em assalto a bancos, foi frustada na região de Barra do Corda. A ação foi realizada pela PMMA e pela Polícia Civil na cidade de Itaipava do Grajaú, onde os indivíduos estavam se reunindo.

A equipe de inteligência da PM, após receber informações da SEIC MA e inteligência do Piauì, juntamente com PM do batalhão de Barra do Corda, localizou os indivíduos que se encontravam numa festa, momento em que foi realizada a tentativa de prendê-los, não sendo possível concretizar a prisão em razão dos bandidos portarem armas de fogo (um revólver cal 38 e uma pistola cal 40). 

Para proteger a população e a própria PM foi necessário o uso de força. Assim os bandidos foral alvejados e socorridos, não resistindo acabaram morrendo.

Morreram João de Deus, vulgarmente conhecido por "Cheiro", que tinha mandado de prisão expedido por assalto a banco e o elemento conhecido como "Cauli".

Existem várias denúncias contra os dois indivíduos. Como exemplo temos a de duas execuções praticados contra dois PM's PI na BR 226 e relatos de atuação destes em vários assaltos a bancos no Piauí e no Maranhão.

Fonte: Crônicas de Matões

Prefeitura de Matões inaugura mais quatro novas escolas

Por Cristina França/RETIRADO DO BLOG MATÕES NOTICIAS



matoes8
 Neste sábado (20), a Prefeitura de Matões entregou às comunidades dos povoados de Carreira D’agua, Vargem, Assuviante e Rabo da Mambira mais quatro novas escolas, atendendo aos desejos dos moradores e cumprindo mais um dos compromissos firmados pela prefeitura junto aquelas comunidades: escolas dentro do padrão do Fundo Nacional do Desenvolvimento Educacional (FNDE). “É uma alegria enorme poder entregar novas unidades educacionais em nossa cidade, garantir uma educação de qualidade é responsabilidade do nosso governo e, até o último dia, vamos manter essa meta”, afirmou a prefeita, Suely Pereira.
Povoado Carreira D’agua
Foi inaugurada a Unidade Escolar Maria Vidal, que atenderá cerca de 30 alunos da comunidade, e também oferecerá os cursos de educação aos jovens e adultos. A escola homenageia uma antiga moradora do povoado; na oportunidade, os filhos da Dona Maria Vidal se emocionaram homenagem.
Povoado Vargem
No povoado Vargem, a prefeita Suely Pereira inaugurou a escola Raimundo Teresa, atenderá cerca de 12 alunos da educação infantil. A construção da escola foi uma resposta às duras críticas que a prefeitura de Matões recebeu em rede nacional. A prefeitura de Matões trata com seriedade a educação da população, acabando de uma vez com todas as escolas de taipa no município.
matoes10Acreditando que o primeiro passo para o desenvolvimento do município é através da educação, a prefeita de Matões, Suely Pereira (PSB), tem priorizado obras e ações nesse setor do seu governo. Durante toda sua gestão, a cidade deu um salto enorme na estrutura educacional, com construção e reforma de mais de 100 salas de aulas, construções de escolas que se tornaram referência na região do leste maranhense e a valorização do profissional do sistema de educação.
Povoado Assuviante
O povoado ganhou uma escola nova, construída com recursos municipal e federal. As crianças que antes se deslocavam para o povoado Marajá, agora estudam próximo da sua casa. A comunidade recebe com muita alegria mais uma obra do governo progressista da prefeita Suely Pereira.
matoes6Rabo do Mambira
Mesmo com apenas 20% de recursos do FNDE, a prefeitura de Matões construiu uma escola completa no povoado Rabo do Mambira.  A escola Alcebíades Medeiros vai receber alunos do povoado Km 97 e Rabo do Mambira, além de também poder receber alunos moradores do município de Caxias, que faz fronteira ao município de Matões.
matoes7Povoado Quilombo
No povoado Quilombo, a prefeitura de Matões deu início as obras da construção de um ginásio poliesportivo, campo de futebol e a reforma e ampliação da unidade escolar do povoado.
Crise
É absolutamente anormal em meio a uma crise econômica no país e redução dos repasses do governo federal aos governos municipais, uma prefeitura no Maranhão inaugurar, em um único dia, quatro novas escolas, mobiliadas e em funcionamento para uma cidade. A prefeita Suely Pereira não vem medindo esforços para o desenvolvimento municipal.
Para o vereador Nando (PCdoB) a, evolução da educação é evidente. “Hoje podemos ter esperança de jovens capacitados para serem bons profissionais amanhã. Como vereador fico muito feliz em ver minha cidade superando obstáculos e promovendo desenvolvimento através da educação”, afirmou o jovem vereador, que cresceu em meio ao sistema de educação de Matões.

Assembleia Legislativa aprova unificação e ampliação de jornada

Fonte: Sinproesemma/retirado do blog crônicas de matões


A Assembleia Legislativa do Maranhão aprovou, na tarde desta segunda-feira (15), o projeto de lei da unificação e ampliação da jornada na rede estadual de ensino. O texto, negociado entre o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública (SINPROESEMMA) e o Governo do Estado,  segue para a sanção do governador Flávio Dino.
plenario alema
“Foi mais uma vitória importante dos educadores”, avalia o presidente do SINPROESEMMA, Júlio Pinheiro, que participa das negociações em torno das propostas há dois anos.
Pela medida aprovada, a unificação ocorrerá mediante a exoneração da matrícula mais nova e a ampliação da jornada da matrícula antiga, mantendo os direitos acumulados ao longo da carreira. Já a ampliação criará a possibilidade do professor ou especialista requerer a ampliação da jornada de trabalho de 20h para 40h semanais, dobrando a remuneração recebida. (Saiba mais)
julio pinheiro IMG_1309_materia_reajuste
Regulamentação Com a aprovação das propostas, o SINPROESEMMA solicitou a abertura das negociações com o Governo do Estado para debater a regulamentação da unificação eampliação, ou seja, quais serão os critérios utilizados no deferimento dos pedidos de ampliação da jornada na rede estadual.
Ao longo do debate, a entidade pretende consultar à categoria nos municípios para compartilhar a regulamentação da unificação e ampliação de jornada

sexta-feira, 12 de junho de 2015

24 bancos explodidos no Maranhão


Explosão a bancos
Já tem virado rotina as notícias dos assaltos a bancos por todo o Maranhão. A última agência foi o Banco do Brasil da cidade de Esperantinópolis, que pela segunda vez em menos de 40 dias, sofreu com a insegurança e audácia dos bandidos.

Desta vez, o bando fugiu levando cerca de R$ 250 mil. No primeiro assalto até trocas de tiros com a polícia e reféns amarrados fizeram parte da ação dos criminosos.
Em 2015 houve aumento de 32% se comparado ao mesmo período de 2014, segundo dados do Sindicato dos Bancários do Maranhão, foram 24 agências bancárias explodidas este ano no estado contra 17 no ano passado.
Vale lembrar ainda do registro de 10 casos sem utilização de explosivos, seis tentativas de assaltos e seis saidinhas bancárias.
O fato é que os bandidos sabem da deficiência de contingente policial no interior do Maranhão e isso tem refletido nesse aumento nos números de assaltos em agências dos municípios do Estado. Uma cidade com dois policiais não tem a minima chance contra bandidos fortemente armados.
Infográfico do Jornal O Estado
Infográfico do Jornal O Estado
Blog do Luis Pablo

sábado, 6 de junho de 2015

Flávio Dino assina projeto de lei que permite ao professor duplicar carga horária

governador do Maranhão assinou na tarde desta sexta (5) o projeto de lei que duplica a carga horária dos professores que quiserem prestar serviços ao Sistema de Ensino do Estado, passando também a receber o dobro do salário atual. A proposta será avaliada pela Assembleia Legislativa e tem como objetivo diminuir o déficit de professores em sala de aula.

Hoje, existem aproximadamente 30 mil professores vinculados à Secretaria de Educação do Estado, trabalhando em regime de 20h ou 40h semanais. Para aqueles que possuem contrato de 20h será dada a faculdade de estender seus serviços para 40h, recebendo o salário proporcional ao aumento de horas trabalhadas.

A professora Áurea Prazeres, atual gestora da Seduc, destaca que essa é mais uma ação de avanço da Educação Pública no Maranhão promovida pela atual gestão. Ela explica que o aumento da presença de um mesmo professor no sistema público de Educação segue a linha da implantação do Sistema de Ensino em Tempo Integral.

Isto porque trabalhando por dois expedientes no sistema de Educação do Estado, o professor poderá acompanhar de perto o desempenho dos alunos numa mesma escola ou região, por exemplo. A partir da duplicação da carga horária facultativa a todos os professores da rede, diminui-se também a defasagem no número de professores nas salas de aula estaduais.

Outra inovação proposta pelo projeto de lei é a possibilidade de que um mesmo professor que possua duas matrículas na Seduc possa unificá-las, deixando de ser contratado por dois regimes diferentes, compondo um total de 40h semanais.

Essa é mais uma ação do Governo do Estado em favor da Educação Pública de qualidade em todo o Estado, em especial à valorização dos educadores que são responsáveis por lecionar nos 217 municípios. Em janeiro, o governador Flávio Dino concedeu aumento de 13% a todos os professores da rede, bem como garantiu a progressão de carreira a mais de 11 mil professores. Na mesma data, contratou novos 1.000 professores que já atuam nas salas de aula por todo o Maranhão.

Assinado o projeto de lei proposto pelo Governo do Estado, o documento é encaminhado para a apreciação da Assembleia Legislativa para que possa receber eventuais contribuições, ser sancionado e a partir daí passar a valer.

Flávio Dino, Firmino Filho e Wellington Dias fazem pactuação e Maranhão vai pagar pelos serviços médicos de pacientes do MA atendidos em Teresina

Image title



O governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), o prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB); e governador Wellington Dias (PT) fizeram pactuação e Maranhão vai pagar pelos serviços médicos de pacientes do Maranhão atendidos na capital e no interior do Piauí.
“A compensação é justa”, definiu o governador Flávio Dino, em entrevista ao Jornal Meio Norte. Ele declarou que pela pactuação, o Governo do Maranhão fará a compensação dos procedimentos médicos de alta complexidade realizados nos hospitais e centros de saúde e de Teresina e do interior do Piauí para pacientes de seis municípios maranhenses da região do Meio Norte.
“Nós fizemos uma pactuação com a Prefeitura de Teresina no que se refere a seis municípios maranhenses. Nós vamos pagar os serviços em Teresina, mediante regulação do SUS (Sistema Único de Saúde). Esse caminho, nós acertamos, já houve esse acordo. Agora, nessa semana, nós estamos iniciando a regulação, de forma que a nossa expectativa, o nosso desejo é continuar os serviços de saúde do Piauí e, dessa vez, mediante remuneração, com o Maranhão pagando o sistema de saúde do Piauí porque não é justo que haja a compensação e que essa integração deve se dar em várias dimensões. Essa compensação é para os serviços e atendimentos médicos de alta complexidade”, declarou o governador Flávio Dino.

Meio Norte – O que pode ser feito, em conjunto, entre os Governos do Piauí e Maranhão, a favor dos dois Estados?
Flávio Dino – Eu acho que são duas questões de muito destaque na reunião que tivemos com o governador Wellington Dias e com o governador de Tocantins, Marcelo Miranda, em Teresina, foi a reestruturação do Consórcio da Rota das Emoções, interligando o turismo no Maranhão, Piauí e Ceará. Por outro lado, tem essa temática do Matopiba, sobre a produção agrícola, que a presidente Dilma Rousseff está incentivando. Nós decidimos um trabalho conjunto entre os Estados do Piauí, Maranhão, Tocantins e Bahia visando que isso se estenda à uma visão ampla de desenvolvimento, o que a presidente Dilma está propondo. O que os governadores concordam.
Meio Norte – É possível a construção de pontes em conjunto entre os Governos do Piauí e Maranhão sobre o rio Parnaíba?
Flávio Dino – Claro, nós vamos construir seis pontes em conjunto.
Meio Norte – Em quais municípios?
Flávio Dino – As pontes que vamos construir em primeiro lugar é a que liga o município de Brejo ao Estado do Piauí, sobre o rio Parnaíba, naturalmente. Essas seis pontes são de uma proposta do governador Wellington Dias, o que nós acertamos é que ele vai apresentar essa proposta para que possamos ver, já é definitivo, já é estabelecido que o Governo do Maranhão vai fazer esse debate sobre a construção das seis pontes e vamos construir essa ponte sobre o rio Parnaíba no município de Brejo. É fundamental o desenvolvimento integrado dessa região e, por isso mesmo, a reunião com os governadores dos Estados do Matopiba foi importante porque essa situação já ocorre, em especial em relação à logística. É impossível planejar a logística, a não ser de forma integrada, como também os serviços públicos, é claro que o Piauí faz uma ponte, o Maranhão faz a estrada. O Maranhão faz uma ponte e o Piauí faz a estrada.
Meio Norte – O que o Piauí tem em comum com o Maranhão?
Flávio Dino – Em primeiro lugar, o rio Parnaíba; e, em segundo lugar, a crença do desenvolvimento; e, em terceiro lugar, a busca de dias melhores para o povo.
Meio Norte – O senhor anunciou a construção pelo Governo do Maranhão de uma estrada ligando o Parque Nacional Lençóis Maranhenses e o Delta do Parnaíba. A estrada vai ligar qual município maranhense a qual município piauiense?
Flávio Dino – O município de Barreirinhas, do lado do Maranhão, ao município de Parnaíba, no lado do Piauí.
Meio Norte – Como o Estado do Maranhão está tratando os problemas de estrutura da Ponte da Amizade, sobre o rio Parnaíba, ligando Teresina a Timon?
Flávio Dino – Nós iniciamos uma recuperação emergencial na Ponte da Amizade na infraestrutura para evitar problemas maiores. O certo é que nós temos que pensar, evidentemente, entre outras ligações com o oeste do Piauí, esse é um dos desafios do Matopiba.
Meio Norte – Como ficaram as negociações entre a Prefeitura de Teresina, Governo do Piauí e Governo do Maranhão sobre o fluxo de pacientes maranhenses por hospitais e serviços públicos de saúde da capital e de municípios do interior piauiense?
Flávio Dino – Nós fizemos uma pactuação com a Prefeitura de Teresina no que se refere a seis municípios maranhenses. Nós vamos pagar os serviços em Teresina, mediante regulação do SUS (Sistema Único de Saúde). Esse caminho, nós acertamos, já houve esse acordo. Agora, nessa semana, nós estamos iniciando a regulação, de forma que a nossa expectativa, o nosso desejo é continuar os serviços de saúde do Piauí e, dessa vez, mediante remuneração, com o Maranhão pagando o sistema de saúde do Piauí porque não é justo que haja a compensação e que essa integração deve se dar em várias dimensões. Essa compensação é para os serviços e atendimentos médicos de alta complexidade.
Meio Norte – Como governador, o que o senhor planeja fazer para acabar com a distorção do Maranhão ser um Estado rico com um povo pobre?
Flávio Dino – O desafio do desenvolvimento abrange uma série de iniciativas. O governo da presidente Dilma iniciou a institucionalização do Matopiba, que é a integração das regiões produtoras do Maranhão, Piauí e Bahia. Nós temos participado de reuniões para reafirmar nossa crença de que é a agricultura e pecuária são essenciais e, por isso mesmo, precisamos fortalecê-las, além de aproveitar para fortalecer outros empreendimentos. Ou seja, garantir a estruturação das cadeias produtivas. Por isso mesmo, temos o fato do Governo Federal estar apresentando o Matopiba com o modelo de criação de uma nova classe média no campo, começando pelo Maranhão, para que a gente possa reverter os péssimos indicadores sociais que infelizmente o nosso Estado acumulou durante décadas e foi excluído do processo de desenvolvimento brasileiro. Nós acreditamos no Matopiba, acreditamos nessa iniciativa do Governo Federal e vamos fazer a nossa parte, além de receber investimentos do Governo Federal, que nós já estamos recebendo. A ministra da Agricultura, Kátia Abreu, já esteve em Balsas com Prefeituras e agricultores, e nós do Governo do Maranhão também vamos fazer os nossos investimentos a exemplo das ligações rodoviárias que nós estamos fazendo nas novas regiões produtoras. Nós estamos vivendo o desafio no Maranhão de enfrentarmos os péssimos indicadores sociais que herdamos. Para isso, o apoio federal é fundamental. A presidente Dilma, em várias oportunidades, tem analisado e chegado a essa compreensão de que o Brasil vive um momento difícil de desaceleração econômica e de desemprego. O que nós estamos passando é transitório. Logo em seguida, eu espero que no segundo semestre, vamos ter a intensificação do crescimento dos investimentos federais no Maranhão e no Piauí, em, por exemplo, no Programa Minha Casa Minha Vida, que é algo fundamental não só para combater o déficit, para acabar com as submoradias, mas também para gerar empregos para os maranhenses, para os piauienses, para os brasileiros de um modo geral. De modo, que nós temos iniciativas importantes em curso. Esse projeto do Matopiba, que foi lançado pela presidente Dilma, tem todo o nosso apoio. Acreditamos que essa conjuntura difícil vai passar e, com isso, os investimentos federais vão se restabelecer, exemplo do Minha Casa Minha Vida e de questões infraestruturais, que são fundamentais como a implantação das linhas de energia e nós precisamos do fomento para a agricultura, a pecuária. São expectativas que nós temos e eu posso afirmar que estamos todos confiantes que esse problema difícil do Maranhão e do Brasil vai ser ultrapassado e, com isso, o Piauí vai ser beneficiado.
Blog do Efrem Ribeiro

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Grupo assalta agência bancária em Parnarama

Pelo menos cincos homens fortemente armados assaltaram ao meio dia de hoje (05) a agência do Banco do Brasil em Parnarama. Os assaltantes chegaram num veículo Cross Fox da cor prata e logo em seguida abandonaram em frente ao hospital do município.

Segundo informações, dois funcionários do banco foram levados como reféns numa caminhonete Amorok preta tomada de um empresário de Parnarama. O assalto teria durado 10 minutos e os bandidos fugiram no sentido da cidade de Lago do Mato. A Polícia Militar já faz buscas na região.

Essa mesma agencia bancária foi assaltada em fevereiro deste ano, no mesmo horário e a mesma quantidade de assaltantes.

.blogdoludwig.com

quinta-feira, 4 de junho de 2015

Flavio Dino reconhece que o Maranhão esta tomado pela criminalidade


Desde o dia 1º de janeiro estamos tomando todas as providências para combater o ciclo de violência que vem crescendo todos os anos no Maranhão. Aumentamos o número de policiais com redução de pessoal em serviços administrativos. Compramos novo serviço de radiocomunicação e armas.

Image titleChamamos concursados na Polícia Militar e na Polícia Civil, e aumentamos a remuneração de todos os policiais.Desde fevereiro, solicitamos presença da Força Nacional em São Luís, para investigação de homicídios, o que foi atendido pelo Governo Federal.A Força Nacional está atuando há meses no Maranhão, desta feita com foco no que há de mais urgente: investigação de homicídios.
Policiais do Maranhão lutam todos os dias e têm obtido resultados. Chefes principais das quadrilhas que antes mandavam nas ruas estão presos.Os números provam que a criminalidade parou de crescer e vem reduzindo. Infelizmente, a Polícia ainda não conseguiu ZERAR os crimes.
É preciso distinguir o problema real, grave, do que é mera luta política, movida pelo poder de ontem, incomodado com a perda de lucros.Além da perda de lucros do império midiático, há interesses dos agiotas, corruptos e quadrilheiros ricos, que atacam o sistema de segurança.
Teremos mais policiais nas ruas após o término do concurso e treinamento dos aprovados na Academia. Essa é a lei, que será respeitada.Aos que me perguntam porque isso não foi feito antes, lembro que temos somente 5 meses no governo. Devia ter sido feito no ano passado...
Quando chegamos, a segurança pública estava abandonada, crimes descontrolados e quadrilhas mandavam nas ruas e na penitenciária.Interessante é que os que agora gritam pela Força Nacional, são os mesmos que abandonaram a segurança e permitiram o crescimento dos crimes.
Há uma campanha suja contra os policiais e o sistema de segurança. Mas transmito a certeza de que crimes vão diminuir ainda mais.Infelizmente, no Brasil não há nenhum Estado que tenha criminalidade ZERO. Mas vamos seguir lutando para reduzir ainda mais os crimes.
Para desfazer mal entendidos: Força Nacional nada tem a ver com Exército nas ruas. Nunca teve.....

Flávio Dino anuncia construção de 6 pontes entre Piauí e Maranhão e estrada ligando Lençóis ao Delta do Parnaíba



Image titleApós reunião dos governos dos estados do Piauí, Maranhão, Tocantins, Bahia e Ceará, o governado maranhense Flávio Dino (PC do B), anunciou a construção de 6 pontes feita pelos governos estaduais, com recursos federais, ligando o Baixo Parnaíba Maranhense ao Baixo Parnaíba Piauiense.
Image titleFlávio Dino também anunciou a construção de uma estrada de 30 km, ligando o Parque Nacional de Lençóis Maranhense ao Delta do Parnaíba.
“O desafio do desenvolvimento da região do Matopiba abrange uma série de iniciativas. O governo da presidente Dilma iniciou a institucionalização dessa ideia, da integração das regiões produtoras do Piauí, Maranhão, Tocantins e Bahia. Nós estamos participando e todas as reuniões, com esta ocorrida aqui em Teresina, para afirmar nossas crença de que a agricultura e a pecuária são essenciais e, por isso mesmo, precisamos fortalecê-las e verticalizadas com outros empreendimentos. Ou seja, garantir a estruturação de cadeias produtivas, que o governo federal está estabelecendo o caminho que o Matopiba seja um polo de desenvolvimento. Essa ideia está sendo abraçada pelo governo do maranhão, para que a gente possa reverter os péssimos indicadores sociais, que infelizmente o nosso Estado acumulou durante décadas”, disse.


Image title




Image title

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Assembleia autoriza concurso para 3 mil professores

Projeto de Lei de autoria do executivo estadual cria 3.001 vagas por meio de concurso para professor de Educação Básica

Depois do anúncio de concurso público para professores feito pelo governador Flávio Dino (PCdoB) ainda em janeiro, os deputados estaduais aprovaram na tarde de ontem a criação de 3.001 vagas por meio de concurso para professor de Educação Básica. As áreas contempladas com o maior número de vagas pelo projeto de lei 217/2014, de autoria do Poder Executivo, são língua portuguesa – com 518 – e matemática, 341.
Proposta no ano passado, na gestão de Roseana Sarney (PMDB), as demandas foram avaliadas pelas pastas da Educação, Gestão e Previdência e Planejamento. “Existem muitas mensagens do governo anterior, algumas foram vetadas pelo governador e ele resolveu não enviá-las. Mas algumas eram importantes e, pelo princípio administrativo da continuidade resolveu mandar para apreciação da Assembleia”, explicou o Wellington do Curso (PPS).
Quando o projeto ainda tramitava nas comissões, o deputado afirmou que seria enviado ao governador uma indicação para que fosse encaminhado ao parlamento estadual uma nova mensagem governamental para a criação de mais três mil vagas para professores. Na Assembleia Legislativa, desde abril o projeto passou pelos colegiados de Constituição e Justiça (CCJ), Orçamento e Educação.
De acordo com o parecer do deputado Roberto Costa (PMDB), relator da matéria na Comissão de Educação, o aumento de vagas para professores é necessário ao aprimoramento do serviço público. “O incremento dos vínculos empregatícios estáveis, em detrimento da diminuição da contratação temporária de docentes, favorece a continuidade do processo pedagógico, melhorando assim o desempenho dos alunos”, destacou no relatório.
No primeiro mês de governo, Flávio Dino anunciou seis medidas para garantir o início do ano letivo na data prevista, como a prorrogação dos contratos de 4.990 professores e a contratação de outros 1.000 temporários. Também foi anunciado o reajuste de 15% no salário dos professores contratados e a aplicação do reajuste do piso nacional a toda a classe do magistério. Na última quinta-feira, 21, foi lançado o “Escola digna”, programa estadual para construir escolas de alvenaria em substituição às de palha e taipa, num primeiro momento, nas trinta cidades maranhenses com o menor IDH.
Confira a quantidade de vagas por área
Língua portuguesa 518
Língua estrangeira / Inglês 257
Língua estrangeira / Espanhol 133
Matemática 341
Física 286
Química 302
Biologia 291
História 131
Geografia 236
Sociologia 111
Filosofia 126
Educação física 148
Arte 121
O imparcial: Luisa Pinheiro

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Deputados e governador participam do início da colheita de soja em Parnarama

O presidente da Assembleia 
Legislativa do Estado do Maranhão, 
deputado Humberto Coutinho (PDT), em companhia do governador Flávio Dino (PCdoB) e comitiva, participou no último sábado (23) da solenidade que marcou o início da colheita de soja no município de Parnarama.
O evento, que aconteceu na Fazenda Tiúba – pioneira no cultivo da soja – fica localizada no povoado Olho D’ água do Nôga, de propriedade do produtor gaúcho Claudio Dalpupo. Foi organizado pelo prefeito de Parnarama, Davi Carvalho e contou com as presenças do vice-governador Carlos Brandão; dos secretários estaduais, Márcio Honaisser, da Agricultura e, de Claiton Noleto, de Infraestrutura; dos deputados federais Waldir Maranhão e Zeca  Dirceu, do estado do Paraná; dos estaduais Rafael Leitoa e Carlinhos Florêncio; de lideranças políticas dos municípios vizinhos; de agricultores e moradores da região.
Inicialmente, o produtor Claudio Valpupu, ao agradecer a presença das autoridades, lideranças, agricultores e moradores, destacou o grande potencial que o Maranhão possui, com terras férteis, porém, com alto índice de pobreza. Ele disse que os produtores têm potencial e coragem para mudar essa realidade, mas encontram dificuldades para desenvolver a região, devido a precariedade das estradas.
“Vontade, nós temos, só falta a contemplação do governo estadual para fazermos a nossa parte. Para facilitar o escoamento aqui da região, precisamos da pavimentação asfáltica da MA-036, que liga Passagem Franca a Parnarama, e da estrada que liga Lagoa do Mato a Parnarama”, disse Claudio Dalpupu, destacando que os empresários de outros estados não querem investir  no Maranhão por falta de logística que facilite os seus empreendimentos.
PRODUÇÃO
Em seguida, o presidente Humberto Coutinho falou da sua satisfação em participar da  solenidade e destacou o grande potencial que aquela região possui. Também destacou a importância dos deputados estaduais para viabilizar o governo Flávio Dino.
“É uma grande honra participar desta solenidade que marca a nova fronteira agrícola no Maranhão. Aqui é um pólo produtivo e tem muito a ajudar no desenvolvimento do nosso estado. Desejo sucesso e tenho certeza que o governador vai ser sensível ao pedido de vocês. Nós, da Assembleia Legislativa, estamos juntos para aprovarmos projetos de interesse do governo e do povo maranhense”, acentuou Humberto Coutinho.
O deputado Waldir Maranhão também disse que aquela solenidade seria destaque na história sócioeconômica do Maranhão. “O agronegócio que está sendo desenvolvido nesta região vai promover a redenção do Maranhão e irá, com certeza, elevar o PIB do nosso estado. Nós, da bancada federal, estamos unidos com o governo Flávio Dino”, assegurou o deputado.
O prefeito Davi Carvalho, ao saudar as autoridades, disse ser motivo de orgulho estar junto com o Claudio Dalpupu e com os demais produtores, ao realizar aquele grande evento. Ele pediu a Flávio Dino que volte as suas atenções para o município de Parnarama, verificando o grande potencial agrícola existente naquela região.
“Esse setor vai trazer nova esperança para a nossa região. Esse evento é muito importante para nós, pois, por muitos anos ficamos no esquecimento. Sabemos das dificuldades que o governador Flávio Dino está encontrando, mas esperamos que olhe para nós e veja que estamos querendo trazer para cá o desenvolvimento. Peço a sua atenção para os pedidos que foram feitos aqui”, frisou o prefeito Davi Carvalho.
JUSTIÇA SOCIAL
Após ouvir atentamente os pedidos, o governador Flávio Dino, disse que fazia questão de estar ali, porque acredita no Maranhão em criar oportunidades para o seu povo. Ele destacou que a missão do seu governo é fazer justiça social, mas, para que isso aconteça, existe a premissa que é trabalhar a riqueza do estado.
“Vamos fazer uma política voltada para a agricultura familiar. Valorizo muito a coragem dos produtores em investir, por isso, apoio vocês nesse processo. Eu preciso que cada um faça a sua parte; nós estamos fazendo a nossa e vamos fazer muito mais”, disse Flávio Dino.
O governador também destacou as obras que estão sendo feitas no Maranhão e afirmou que Parnarama será contemplada com oito quilômetros de asfalto. Ao finalizar, ele assumiu o compromisso de mandar elaborar os projetos para que as estradas ali solicitadas sejam asfaltadas.
“O meu compromisso é que nós vamos fazer essas estradas – Lagoa do Mato a Parnarama e Passagem Franca a Parnarama – até o final do meu governo, em 2018. Vamos fazer, incialmente, os projetos e, depois, vamos buscar os recursos para que as obras sejam feitas. Vocês têm um governo honesto e comprometido com os interesses do povo”, finalizou o governador Flávio Dino”.
DESTINO DOS PRODUTOS
A Fazenda Tiúba possui uma área cultivada de 1.300 hectares, sendo 1.000 de plantação de soja e 300 de arroz. A soja tem como destino o Porto do Itaqui e o arroz abastece o comércio local. De acordo com o produtor Claudio Dalpupu, a fazenda – que possui 26 empregos diretos, com carteira assinada e, 30 indiretos, começou a plantação de soja, há quatro anos.
Segundo ele, uma das maiores dificuldades encontradas é em relação à precariedade das estradas para o escoamento do produto. Por isso, ele pediu ao governador Flávio Dino que contemple a região com a pavimentação asfáltica de dois trechos das estradas que liga Lagoa do Mato a Parnarana e de Passagem Franca a Parnarama.
“Estrada aqui é uma necessidade, não é um luxo; vai beneficiar os produtores, mas, também, vai trazer benefícios para a população, por isso, esperamos que o governo Flávio Dino olhe para a nossa região”, enfatizou Claudio Dalpupu.

quinta-feira, 14 de maio de 2015

SINPROESEMMA e governo finalizam proposta de ampliação e unificação de matrículas

A direção do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (SINPROESEMMA) finalizou o texto que regulamenta a unificação e ampliação de matrículas na rede estadual. O encontro, que ocorreu na tarde desta quarta-feira (dia 13), na Segep, no Calhau, contou com a presença da secretária de Educação, Aurea Praseres, e do secretário de Gestão e Previdência, Felipe Camarão. Ambos concordaram com o texto e se comprometerem em levar a proposta para o governador Flávio Dino.
reuniao - entrega da unificacao e ampliacao - 2015 2
“Esse projeto resolverá um problema imediato dos educadores que têm duas matrículas no estado e uma na prefeitura. Além disso, possibilitamos, para quem tem apenas uma matrícula, a ampliação da jornada para 40 horas, mantendo a proporcionalidade da remuneração.  É mais uma conquista da luta dos educadores”, avaliou o presidente do SINPROESEMMA, Julio Pinheiro.
O projeto regulamenta a chamada unificação de matrículas  (acesse abaixo). Na prática, o mecanismo transforma duas matrículas em uma por meio da exoneração da matrícula mais nova e ampliação da mais antiga para uma jornada de 40 horas semanais.
O educador que optar pela ampliação não terá problemas com os cruzamentos de matrículas que são realizados pelas prefeituras e governo do estado e ainda vão garantir que a remuneração seja incorporada à previdência.
reuniao - entrega da unificacao e ampliacao - 2015
Segundo Julio Pinheiro, a proposta só ocorreu devido à iniciativa do SINPROESEMMA em garantir, no Estatuto do Educador, a jornada de 40 horas para os profissionais do subgrupo do magistério da rede estadual.
Vale destacar que a exoneração de uma matrícula deve ocorrer após o deferimento do pedido do educador pela ampliação. Para levar a remuneração à aposentadoria, o servidor precisa apenas cumprir cinco anos de serviço, como estabelece as regras da Previdência Social.
Ampliação – A ampliação para quem tem apenas uma matrícula também está garantida na proposta formulada pelo SINPROESEMMA. Vai funcionar tanto para professor quanto para especialista. Diferente da ampliação para quem tem duas, a ampliação de uma seguirá regras específicas (como disponibilidade de vagas e municípios), que serão definidas em decreto após 90 dias da aprovação da lei. “É importante garantir a ampliação aos especialistas de escolas, pois a carência desses profissionais também é grande”, frisou a vice-presidente do SINPROESEMMA, Benedita Costa.
O objetivo do SINPROESEMMA ao propor a ampliação para quem tem apenas uma matrícula é preencher as vagas existentes por meio de contratos e dobras, que precarizam a carreira docente.
reuniao - entrega da unificacao e ampliacao - 2015 3
Aval do governador – Com a finalização da minuta, o projeto segue para a apreciação do governador Flávio Dino, que deverá encaminhar a proposta para a Assembleia Legislativa nas próximas semanas. O SINPROESESEMMA vai se mobilizar, a partir de agora, para garantir a aprovação dos deputados estaduais.